Bem vindos!













Bem vindos ao Monster High School! Fique a vontade e se junte com a gente .::Gossip Monster::.
Vectro Graphics




Últimos Assuntos
















O que está acontecendo atualmente em Chernobyl City?
Últimos assuntos
» {Descrição} Hibridos
Sab Dez 26, 2015 8:30 pm por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Sacerdotes e Sacerdotisas
Sab Dez 26, 2015 8:26 pm por Mackenzie A. Irvine

» Membros da Casa da Vida
Sex Dez 25, 2015 10:10 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} FTCS
Sex Dez 25, 2015 10:09 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Transmorfos
Sex Dez 25, 2015 10:01 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Oráculos
Sex Dez 25, 2015 9:55 am por Mackenzie A. Irvine

» [FP]-Alex Mikaelson
Qui Nov 27, 2014 6:43 pm por Convidado

» [FP] Srta. Annie Voguel
Sex Nov 21, 2014 12:05 pm por Convidado

» [FP] Jessica Hans
Dom Out 05, 2014 11:09 pm por Convidado
















Nossa Staff
Passe o Mouse para ver info






MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL
Nossos Parceiros
















Aqui são nossos parceiros
Parceiros
Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic button

{FP} Christian Sullivan

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{FP} Christian Sullivan

Mensagem por Convidado em Qua Mar 19, 2014 10:14 pm

Christian Sullivan

Informações

Nome completo → Christian Sanders Sullivan
Idade Real/Idade Aparente → 18/18
Grupo → Vampiro(comum)
Classe → Aluno
Filiação  → Bobby Sullivan(pai - morto), Angeline Sullivan(mãe - morta)
Alimentação → Sangue Humano  
Dons → Possessão(de mentes), Telepatia, Telecinesia.

Aspectos Psicológicos  
Antes de ser transformado em vampiro, Christian era um jovem um tanto quanto sonhador, imaginativo, sempre com grandes ideias e sonhos, um ótimo talento nas poesias, em criar livros do nada apenas com uma pequena ideia, que logo transformava-se em um livro enorme. Era um pouco excluso e privativo em público, porém depois de ser vampiro se transformou numa pessoa fechada, sempre em festas ali no cantinho, esperando para abocanhar alguém. É frio, sarcástico e aparentemente um monstro de pessoa, do tipo que nunca iria lhe ajudar nem que implorasse, mas que no fundo, guarda ressentimentos e receios. Possui medos, como qualquer um, mas o pior seria se encontrasse o vampiro que o transformou.
Quando Vladimir, sua outra personalidade, se manifesta, ele torna-se sensual, frio e calculista, podendo matar qualquer um que lhe pareça perigoso ou o ameace. Geralmente Arian se manifesta em situações que Chris julga ser impossível livrar-se sozinho. Geralmente Ares usa e abusa dos poderes de vampiro que possui para poder atacar seus inimigos e quem se opor à ele.

Aspectos Fisicos
Possui 1,80 de altura, cabelos castanhos lisos e bem curtos e penteados, meio cheios, olhos castanho tom de chocolate, 80 quilos de músculos e pele pálido, com membros magros e poucos pelos por seu corpo.

Descrição dos Dons  
Possessão: Capacidade de entrar nos pensamentos alheios e dominá-los, podendo fazer uma pessoa crer que é outra pessoa, que está morrendo, podendo obrigar alguém a comer vidro ou pular de um penhasco sem pestanejar, funcionando com humanos e raças menores e mais influenciáveis(como fadas, bruxos e até mesmo anjos caídos ou neflins). Para a habilidade funcionar Chris precisa estar perto de sua vítima no mínimo uns 3 metros para que o dom funcione e precisa da trocar de olhares caso for mais longe que 3 metros.
Telepatia: Capacidade de ler os pensamentos de qualquer raça existente - com exceção de deuses, espíritos ou outras raças que possuam defesa/imunidade à telepatia - e podendo também falar telepaticamente com tal pessoa, podendo inclusive mandar mensagens telepaticamente à distâncias longas.
Telecinesia: Capacidade de, com a força da mente afetar objetos e levitá-los, amassá-los, dobrá-los e arremessá-los, tudo com a energia de sua mente, chamada telergia, capaz de converter a energia psíquica em massa física impalpável e ao domínio da mente inconsciente, portanto, como vampiro, esta parte inconsciente passa a agir conscientemente como vampiro, sendo uma habilidade fácil e até mesmo divertida para os vampiros praticarem, por terem mais domínio sobre suas mentes e corpos.

Como foi Transformado?  
A transformação de Chris ocorreu aos seus 18 anos, quando Chris havia saído de uma festa em um bar meio isolado, onde trabalhava. Um grupo de aproximadamente 7 homens encurralaram-no e, na tentativa de fugir do estupro e da morte, Chris tentou lutar com eles em vão, e terminou sendo empurrado por um dos fortes homens e bateu a cabeça, ficando entre a vida e a morte. Um vampiro que passava por ali encontrou-o ali  e transformou-o em um vampiro, primeiramente sugando seu sangue e abrindo seu próprio pulso, dando-lhe para Chris beber, dessa forma ele foi ficando forte, até que o vampiro apertou sua garganta até a sua morte. Quando Chris acordou, sua personalidade protetora desde os seus 7 anos, Vladimir, havia acordado como vampiro primeiro, matando todos os 7 homens que haviam ficado no bar - eles haviam jogado Chris supostamente morto entre as árvores e voltaram para o bar - e havia bebido sangue de humano, completando a transformação.

Historia
Nascido dia 17 de abril de 1995, filho de Bobby Sullivan e Angeline Sullivan, na cidade de Archorage, Alaska, Christian desde cedo sempre foi privilegiado com ótimos estudos e cuidados redobrados de seus pais. Bobby era um dono de uma empresa em NY e dificilmente aparecia em casa, e o motivo da espoa e filho morar em Archorage era para a imprensa não cair encima de ambos e destruir suas privacidades. Crescido na claustrofóbica cidade de gelo, onde o sol raramente aparecia, ele cresceu na pequena cidade afastada de tudo, em um colégio particular rigoroso e sempre encontrando sua mãe meio depressiva pelos cantos, melancólica, praguejando por ter casado-se com aquele homem rico e tão idiota. Na época, Chris não entendia direito, mas futuramente iria vir a descobrir que sua mãe sofria de Melancolia Depressiva.

Aos seus 7 anos, sua mãe se enforcou, colocando uma corda em seu pescoço, com uma enorme e pesada pedra, depois pulou em um lago geladíssimo. A surpresa e o choque de encontrá-la foi tão grande que Christian desmaiou e quase caiu no lago. Ao acordar-se, estava deitado em sua cama, e havia os biscoitos que sua mãe sempre faziam prontos em sua cômoda junto com um copo de chocolate. Ele inicialmente achou ser tudo um sonho, que sua mãe estava viva, mas ao olhar pela janela, viu a perícia retirar o corpo de sua mãe, pálido.

Pelos anos seguintes ele fez uma gama incessante de terapia com profissionais qualificados, recebendo a visita de seu pai apenas 7 vezes em 2 anos. Profundamente abalado, o maior medo de Chris era de ficar sozinho, sem sua mãe, ou seja, a melhor companhia que ele tinha. Os anos foram passando e, aos poucos, ele ia melhorando, apenas acostumando-se com a morte de sua mãe. Na escola, tinha poucos conhecidos, nunca amigos de verdade. Com os seus 13 anos, ele pensou em suicídio, fazer igual sua mãe fez, afinal essa era a única maneira de livrar-se das garras de seu pai distante, egoísta e manipulador. E ele tentou, cortando-se várias vezes, sem conseguir.

Com os seus 15 anos, desenvolveu um belo corpo, invejado por alguns garotos e adorado por algumas garotas. Entretanto, Chris decidiu guardar-se para alguém, este alguém ele não sabia quem, mas sabia que alguém lá fora o merecia, e ele merecia essa pessoa tanto quanto. Christian teve sua primeira briga com seu pai aos seus 16 anos, quando seu pai quis levá-lo para Nova Iorque e Christian pestanejou, desta vez temendo a cidade grande e preferindo ficar por ali mesmo, sua pequena e pacata cidadezinha do interior. Dado a certo momento, Chris recebeu um tapa e seus olhos arderam, seus membros retesaram-se e de repente, tudo apagou-se. Chris acordou-se no dia seguinte deitado, tomado banho, com outra roupa, mais leve, e procurou por seu pai, sem conseguir encontrá-lo. Em sua cômoda havia uma chave de um carro com um bilhete. "Você aprendeu a dirigir com um namorado seu, isso mesmo, você namora um cara. Mas fiz isso pelo o seu bem, ele te ensinou a dirigir, planejo nossa fuga faz séculos, Christian. Fui eu que te consolei e te preparei biscoitos e chocolate quando você chorava por sua mãe. Siga até o endereço no fim da carta e lá enterre seu pior pesadelo, que por acaso está na mala. Agora vá apressadamente. Não se preocupe quando chegar ao seu destino, assumo o controle."
Horas depois, ao chegar em um cemitério, ele abriu finalmente seu porta-malas, encontrando dentro seu pai, Bobby, morto, com marcas de facada no peito. "Fiz por nós dois, ele merecia!" uma voz parecia sussurrar audivelmente em sua cabeça. Ele apenas pegou a pá, e cavou, cavou e enterrou seu pai lá, entrando no carro e então olhou-se no espelho, vendo seu reflexo sorrir e então sussurrar "tudo ficará bem!", e depois ele sentiu ser possuído por sua outra personalidade.

Vivendo na mesma cidade - Vladimir roubou dinheiro suficiente para sobreviverem - Christian trabalhava como um atendente em um bar no meio da estrada. Lá tudo parecia ocorrer de forma tranquila, sem problemas, porém aos seus 18 anos houve uma festa onde simplesmente o bar inteiro encheu-se de pessoas para assistir a um jogo na televisão, bebendo bastante. Christian, obviamente, ficou por último para limpar tudo, afinal ele era o melhor atendente por ali.
Na saída, um grupo de 7 homens, conhecidos por serem o terror de todas as garotas pela região por serem violentos e quererem possuir mulheres à força, começaram a chamar e a assobiar para Christian, chamando-o de loiro bonitinho entre outros apelidos. Tentando ignorar, ele apenas pegou apressadamente as chaves de seu carro e antes de abrir a porta viu seu reflexo preocupado e irritado. Ele balançou a cabeça em negação e de repente sentiu uma dor forte na cabeça, caindo ao chão após bater a cabeça no vidro do carro. Tonto, aproveitaram-se e chutaram-no diversas vezes, fazendo-o rolar pela neve densa, enquanto alguns já discutiam de forma repugnante sobre como iriam estuprá-lo e livrar-se do corpo depois. Ele tentou rastejar, tentou fazer força com a mente, mas Vladimir não vinha de forma alguma. Um cinto fora colocado em seu pescoço e passaram a puxar com violência e brutalidade, e bateram sua cabeça num tronco de arvore e fizeram-no comer neve, até que sua testa topou no gelo duro.
Pisando no gelo e abrindo uma pequena poça, passaram a tentar estuprá-lo enquanto um cinto machucava seu pescoço e ele morria afogado aos poucos. Numa tentativa desesperada de se mexer, ele conseguiu tirar a cabeça da poça, porém bateu no tronco acima e desmaiou.

Imagens em borrão, de um homem loiro de cabelos enormes segurando-no, o gosto de sangue em sua boca, uma dor leve em seu pescoço. Estranhamente era uma dor prazerosa, gostosa, e ele passou a sugar o sangue com mais vontade, saboreando o gosto cada vez melhor e mais doce, inexplicavelmente delicioso. As mordidas em seu pescoço eram orgásticas, até que do nada mãos geladas como mármore apertaram seu pescoço, até sua visão escurecer. Ao acordar, seu corpo não doía, e estava quase amanhecendo. Ao seu redor haviam corpos, não um, mas sete. Os homens que tentaram acabar com ele agora estavam mortos: corpos abertos, arranhões enormes, tripas pela neve, pintando de vermelho o alvo, olhos arrancados, crânios abertos, com massa encefálica espalhada. Ele iria vomitar, mas percebeu algo de diferente em seu corpo.
- Você fez bem matando-os, Vladimir, nunca vi um vampiro novato ser tão especial e incrível como você! - um homem de longos cabelos loiros surgiu, sorrindo, vestido de negro e com presas.
Christian o avaliou de cima a baixo, reconhecendo-o pelo borrão enquanto morria.
- E os meus ferimentos? E aqueles cortes? A perfuração do galho no meu crânio? O que houve? - Christian falou indignado, abraçando-se mas sem sentir frio algum.
- Todos eles foram embora. Te transformei em vampiro, garoto. Vladimir, venha comigo. Você é minha propriedade, agora!!! - o loiro falou esticando a mão pálida e desumana, e Christian foi andando apressadamente para o seu carro, vendo seu reflexo com presas, a pele mais pálida e olhos vermelhos.
- Eu quero ajudá-lo, Chris, confie em mim, apenas ordene para esse filho da mãe que vá embora, eu te garanto, se eu e você mandarmos, qualquer um e qualquer coisa obedece. Os homens que eu matei, obedeceram e ficaram parados. - ele falou entredentes.
Chris se virou e o vampiro tentou erguê-lo pelo pescoço, porém Chris pegou com facilidade o mesmo tronco que quase o matou e enfiou no estômago do vampiro, jogando-o perto do lugar onde quase morreu afogado, e fugiu antes de ser alcançado.

Depois disto, ele tentou o máximo que podia controlar-se, por vezes, ele simplesmente desistia e deixava Vladimir controlá-lo. Aos poucos ele conseguiu controlar seu dom de mover objetos também. Seu dom de ler mentes era ótimo, então ele caçava apenas pessoas ruins, como os que quase o mataram. Era errado e Christian sabia, mas Vlad era sua única opção, pois ele ajudava-o desde cedo, sempre ali, dentro dele, e ninguém seria melhor que Vlad, apesar dele ser uma doença mental sua. Juntando o dinheiro e vasculhando a sua conta, ele conseguiu o suficiente para fugir. Mas... onde? Ele não conhecia lugar algum a não ser sua cidade natal. Entristecido, olhou-se no espelho e Vladimir sorriu de canto. Vladimir havia se saído melhor como vampiro, e havia conseguido encontrar um vampiro que já estudou em uma cidade, na Rússia, Chernobyl.
Sem pestanejar, Christian decidiu ir para lá, podendo estudar numa escola onde ele poderia ser um incógnita e poder fugir de seu Criador.

 Extra

Mascote →  Beatrix, uma naja negra
Manias → Ama testar a sua regeneração de vampiro, se matando de diversas formas. Ama conversar no espelho com Vladimir. Ama dançar. Ama brincar com sua cobra, enrolando-a em seu pescoço, braços, dormir com ela.
Relíquia → Um diário negro, que pertenceu a sua mãe.
Não gosta → Odeia raças iluminadas(fadas, bruxos bons, semideuses e deuses) pois geralmente não fazem seu dom de possessão funcionar.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {FP} Christian Sullivan

Mensagem por Convidado em Qua Mar 19, 2014 10:27 pm

Ficha Aprovada!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {FP} Christian Sullivan

Mensagem por Convidado em Qua Mar 19, 2014 10:27 pm

Ficha Aprovada!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {FP} Christian Sullivan

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum