Bem vindos!













Bem vindos ao Monster High School! Fique a vontade e se junte com a gente .::Gossip Monster::.
Vectro Graphics




Últimos Assuntos
















O que está acontecendo atualmente em Chernobyl City?
Últimos assuntos
» {Descrição} Hibridos
Sab Dez 26, 2015 8:30 pm por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Sacerdotes e Sacerdotisas
Sab Dez 26, 2015 8:26 pm por Mackenzie A. Irvine

» Membros da Casa da Vida
Sex Dez 25, 2015 10:10 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} FTCS
Sex Dez 25, 2015 10:09 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Transmorfos
Sex Dez 25, 2015 10:01 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Oráculos
Sex Dez 25, 2015 9:55 am por Mackenzie A. Irvine

» [FP]-Alex Mikaelson
Qui Nov 27, 2014 6:43 pm por Convidado

» [FP] Srta. Annie Voguel
Sex Nov 21, 2014 12:05 pm por Convidado

» [FP] Jessica Hans
Dom Out 05, 2014 11:09 pm por Convidado
















Nossa Staff
Passe o Mouse para ver info






MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL
Nossos Parceiros
















Aqui são nossos parceiros
Parceiros
Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic button

{1º andar} Quarto de Hóspedes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Ter Nov 27, 2012 2:59 pm


Banheiro
Spoiler:

Quarto de Hóspedes

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Qua Jun 26, 2013 8:03 pm

Cheguei felizmente ao quarto de hospedes, eu não sabia o porque, mais estava suando, e minha barriga começava a doer, Klaus não parava de chutar.
- Pare Klaus, por favor!
Pedir alisando a barriga enquanto tentava me deitar. A dor era insuportavél , algo como colica ou talvez pior...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Qua Jun 26, 2013 9:00 pm

Não demorou muito para que eu caçasse o bastante para nós, era cansativo e estava preocupado em deixar ela sozinha por muito tempo.

Quando chego ela não estava mais na sala então a procuro até chegar finalmente ao quarto onde ela estava na cama a gemer de dor e vou ao seu encontro.

- O que está havendo Can?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Qua Jun 26, 2013 9:07 pm

Revirava meus olhos de dor, sinto-me molhada de um jeito diferente.
Depois escuto a voz do Ed.
- Não sei, esta ....
Fechei os olhos sentindo a dor.
- Doendo muito.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Qua Jun 26, 2013 9:13 pm

- O que está havendo Klaus? Por que está agindo assim? Can, beba um pouco.

Entregue-lhe a garrafa com o sangue e a ajudei enquanto levava a boca alisando de leve sua barriga, os pensamentos dos pequeno estavam confusos.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Qua Jun 26, 2013 9:25 pm

Comecei a beber do sangue, mais ele não queria, sabia que estava na hora.
- Não é isso, esta na hora, ele quer nascer... eu sinto.
Proferir estupefada.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Qua Jun 26, 2013 9:31 pm

Eu fico estático, não sabia o que fazer, o que iria fazer? Eu não tinha a menos ideia.

Passo a mão por sua barriga e penso em chamar alguem, mas podia por em risco o bebê se alguem soubesse.

- O que vamos fazer? Eu não tenho a menor ideia.

Proferi nervoso.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Qua Jun 26, 2013 9:37 pm

[
b]- Precisa me levar a um hospital!![/b]
Me procupei pelo fato dele ser vampiro, e bem eu iria sangrar muito, não saberia até onde ele iria por sangue.
As dores so pioravam.
- Por favor, rápido, ele quer nascer..

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Sex Ago 02, 2013 6:38 pm

 Volto de imediato para ela a segurando antes que ela caia no chão, mas o que estava acontencendo? assim tão rapido, sua gestação foi menos que a metade da de um humano normal.
- Não podemos, o Klaus...nem sabemos o que ele é, não podemos correr o risco de nos descobrirem, vou ter que dar um jeito aqui mesmo.
Proferi nervosa a levando de volta pra cama e a deitando, vendo seu sorriso se desmanchar em uma careta de dor.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Sex Ago 02, 2013 8:13 pm

Arregalo bem os olhos e volto em direção a cama.
Dou um grito de rachar ouvidos.
- Ahhh!!
Quase podia sentir ele .. ele queria sair, me rasgava aos poucos.
- Socorro!! Ahhhh!
Sentia uma dor rasgante

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Ter Ago 20, 2013 6:22 pm

- Calma Can, ai meu deus, o que eu faço?
Fiquei olhando para ela enquanto ouvia seus gritos, o que eu ia fazer? Eu não sabia como agir e fui pra perto dela, segurei sua mãe enquanto ela suava e podia ver a dor nos seus olhos. 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Ter Ago 20, 2013 6:36 pm

Porque ele estava ali proximo a mim? Teria que simplesmente ir para minha pernas auxiliar o bebera nascer. Dou um grito, outro grito estrondoso.

- Ed!!- disse-lhe com muito gasto. -Ajuda-o a nascer!

Puxei minha mão, extintivamente, enquanto fechava meu olhos tentando recobrar forças, mordi os lábios tentando posicionara dor em um ponto.

Lembrei-me que ele era um vampiro, e eu estava bem, a sangrar.. e nosso filho, o que seria nosso filho? Um hibrido? Engoli a seco.

-Ajuda-o.... - repetir. - Cuida dele, quero ver os dois bem!

Proferir em meio a um grito, sabia que eu não duraria muito, eu não tinha forças alguma, as únicas estavam se concentrado para que eu pudesse expulsa-lo, para que ele nascesse. E depois não me importaria em morrer, morrer no lugar de quem amo parecia uma boa maneira de se partir.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Ter Ago 20, 2013 7:16 pm

Fui fazer o que ela me pedia, o cheiro do sangue era forte e sentia minha boca salivar, acalme-se Ed, vai ficar tudo bem, só faça o que ela manda e respire fundo.
Guio minhas mãos entre suas pernas onde ja podia ver parte do bebê, os gritos dela aumentavam ainda mais e não sabia o que fazer para toda aquela dor cessar, o que eu devo fazer? Por favor Deuses e principalmente Nyx, me ajude, me diga o que fazer.
- Calma Can, vai ficar tudo bem logo, o Klaus ja esta a nascer, vamos, so mais um pouco e tudo ficara bem.
Digo olhando para seus olhos fechados devido a dor.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Ter Ago 20, 2013 7:30 pm

Eu gritava a dor era pior de que qualquer dor de transformação, de osso quebrado. Eu me sentia ser rasgada, puxada em meio a muitos espinhos. Eu podia ver ao longe a face do meu bebê, em meio a imaginação. Mais estava tão distante e eu apenas decaía em meio a dor, parecia estar caindo a milhões de metros, constantemente, e no final havia um caldeirão, com água fervendo.

Dou um longo grito segurando com força as cobertas.... Eu não queria assustar o Ed, mais minhas forças estavam cada vez menores, e toda a força que eu tinha eu colocava apenas para deixa-lo livre... ele precisava nascer.

Faço a última vez uma força imensa, e aos poucos sinto-me acalmar, assim consigo escutar o leve chorar, do Niklaus, um chorar vivo, minha visão meia embaçada dava de cara com o Ed segurando em suas mãos a nossa prole... dou um meio sorriso para ele, Obri.gada!, digo lentamente apenas com os lábios.

Ele vem para perto de mim, já havia cortado o laço entre nós, era realmente um menino, sorriso quando ele o coloca sobre meu seio, e antes que eu possa tocar meu bebê meu sorriso para, estabilizando, para uma boca seria e por fim, puxa respiração .... mais não vinha, não vinha nada, nenhum filamento de ar.... aos poucos meus olhos se fechavam e eu so pedia aos deuses.
Cuidem deles!, os olhos vão se fechando, a visão vai ficando cada vez mais embaçada, e sinto o mundo a volta ficar estático, parado... depois já não via mais nada, nenhuma leve brisa, apenas um escuro que dava-me medo... Estava frio, e eu já não estava cheia de sangue, mais estava sozinha...

Lentamente a visão muda, agora já podia ver uma árvore, e um céu raiado, mais eu so queria o meu filho e meu Ed.... Mais por mais que eu me beliscasse eu não conseguia de forma alguma voltar. Começo a correr ... correr e so volto para o mesmo lugar.

Nic? meu bebê, Ed.... eu espero que se cuidem!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Ter Ago 20, 2013 8:48 pm

Acho que aquele momento foi o mais agonizante de toda minha existência, ver a Can tão fragil ali gritar de por e eu não saber o que fazer me cortava o coração e tudo de mais raro que havia dentro de mim, acaricio de leve seu joelho.
- Isso Can, você está conseguindo.
Aos poucos vi lagrimas brotando por meus olhos, estava finalmente ouvindo o choro do Niklaus, nosso filho, ainda respirava fundo por causa do fluxo intenso de sangue no local, o cheiro metálico me dava sede por que a tempos não me alimentava de sangue preocupado demais para sair de perto da Can.
Quando pouso o bebê em seus braços dou um sorriso ainda emocionado de ver a cara de ambos, eu estava abobalhado, mas minha face logo muda, alguma coisa tinha de errado com ela, seguro o Klaus antes que veja os seus olhos perderem o brilho aos poucos.
- Can!? O que está acontecendo?
Seu corpo aos poucos perdia a temperatura, assim como seus olhos que se fechavam e sua face relaxava aos poucos.
NÃO, não podia Can, você não podia nos deixar.
- Can, se mantenha acordada por favor, eu te amo, olha, nosso filho nasceu.
Dizia em vão para seu corpo padecido ali na minha frente, Klaus chorava e o balançava devagar enquanto o enrolava em um cobertor limpo e o deitava na cama devagar, eu tinha que fazer alguma coisa, eu arriscaria minha vida, daria ela se fosse preciso, mas eu jamais deixaria a Candice ir sem mim a qualquer outro lugar, tinhamos muito a se passar ainda.
Me inclino sobre ela respirando fundo enquanto sentia minhas pressas aumentarem, por favor Deuses, me ajudem, não me deixem perder o controle!
Mordo seu pescoço sentindo o veneno ir para seu corpo, mas ainda consigo sentir o sangue invadir minha boca, o gosto doce do sangue dela podia me fazer perder o controle, mas o que estava fazendo? salvando sua vida ou terminando de mata-la? Droga.
Por aqueles exatos minutos todos os nossos momentos passaram por entre minha mente, desde do nosso encontro até agora, seu sorrido, o jeito doce e durão, a garota maravilhosa que jamais saberia que iria fazer parte de minha vida, principalmente por que desde o começo não eramos compativeis, mas quem ligava? que se dane o que pensavam, eu iria até o fim do mundo por ela, enfrentaria as piores dores, morreria por ela, nada me faria desistir, por favor, não se vá minha pequena.
Me afasto num impulso e começo a fazer massagem em seu peito tentando reanima-la.
- Vamos Can, não pode nos deixar, não vai.
Falo cada lagrima que na minha face escorria, não havia reação nenhuma, eu não podia estar acreditando, não era real, ela não iria.
Seguro sua mão firme olhando para seus olhos fechados, Anda, vamos lá minha guerreira, você não pode desistir de nós, depois de tudo que ja nos aconteceu.
Por favor - Eu te amo Can, como jamais amei ninguem em toda minha existência, não tem sentido sem seu respirar, o cheiro calmo que me transmiti, a voz que me traz a paz que a minha alma nunca conheceu, se é que ela existiu, depois que apareceu, sinto que tenho, que sou alguem que nunca vou ser sem você.   

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Ter Ago 20, 2013 9:14 pm

O local ainda permanecia o mesmo, só escutava o leve roçar do vento em meus cabelos, sento-me no chão desesperada, eu não permanecia aquele local... nem ao menos sabia onde estava.

Meus olhos recaim sobre o chão relembrando da face do meu filho, ainda sujo de sangue, havia acabado de tê-lo. Eu sabia que seria perigoso, eu não me importava por tê-lo.

Não me importava em partir, e deixa-lo vivo. Ao menos teria a companhia do seu pai, e sim, ambos se complementariam, sabia que o Ed seria um pai maravilhoso, saberia cuidar do mesmo bem.

Eu sempre vou ama-los!

Eu nunca tinha pensado o quanto a morte é solitária, nem havia algum passaro para fazer-me companhia, pisco os olhos olhando em direção ao sol poente...

Eu não aguentaria ficar por ali ... por muito.

Quando menos espero escuto um leve mexido por meio das árvores...

--- Can, se mantenha acordada por favor, eu te amo, olha, nosso filho nasceu.

Eu podia... eu podia, era mesmo ele.

- EU... eu também te amo meu amor, eu ...eu não estou mais ai...

Gritei mais nada acontecia nem mesmo mexia-se nada agora, meus olhos recaim sobre o chão novamente, ele me amava, me amava muito, eu so esperava que... que ele nunca me esquece-se.

Antes que eu possa falar ou pensar mais alguma coisa, sinto uma picada muito forte em meu pescoço... uma dor invade meu ser, algo doloroso começa a descer em meu corpo, como se fosse uma chuva ou cascata mais estava dentro, em meu organismo.

Engulo a seco e caiu na grama extintivamente, me contorcendo de dor. O que estava a ocorrer? Isso não parava, não dava fim, eu so conseguia escutar o Klaus e o Ed chorando, e lágrimas decaim sobre meu rosto e se misturavam com uma dor fisica insuportável.

- Ed.................!

Bradei em alto som, mais ninguem me escutava.... so a dor ficava mais forte, e eu so pensava naquele rosto lindo e pequeno, agora vendo assim, ele lembrava-me tanto o pai. Eram tão parecidos.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Ter Ago 20, 2013 9:55 pm

- Can, por favor...
Minha voz ja falhava com todo aquele desespero, não sabia que podia sentir isso, somo serem tão mortos, é verdade que o amor é mesmo um milagre, parece que sim, por tudo o que pensava não poder ser ou sentir eu descobri ao lado da Can, o que seria de mim sem ela?
E o Klaus?
Eu não iria com ela por ter que seguir com nosso filho, mostra-lo como sua mãe realmente era e deixar sua imagem viva dentro de nós, ela nunca iria, mas sua ausência todas as horas iria doer cada vez mais, aquele vazio que jamais seria preenchido, nos reencontraríamos? Existia mesmo esse tal de céu e inferno, provavelmente agora estara em um lugar lindo, deitado em meio as suas flores preferidas, talvez no vendo agora, sorrindo ao ver o rosto terno de Klaus dormir tranquilamente, mas por que tudo tinha que ser assim tão rapido? Ela provavelmente estaria no paraiso, um ser como eu sem alma alguma iria para o inferno, como podia ser dessa maneira, o amor devia salvar, foi o que fiz ao por aquele maldito veneno circular por suas veias, não quero que vá, não pode ir, por que não abre os olhos? Tento a abraçar, a aquecer, talvez fosse apenas o frio, as lagrimas rolam de meu rosto ao seu quando nossos labios se encontram, mas não havia nenhuma reação de sua parte, apenas seus labios gelados e firmes.
- Você é minha vida, eu não tinha até encontrar você, lute Can, eu sempre soube que seria mais forte do que você mesma pensa que é, a força interior é o bem mais precioso que alguem tem dentro de si, acreditar muda muitas coisas, você me mudou, eu te amo, e por isso estou aqui, estamos aqui, nós precisamos de você.
Sinto um leve choro vir de Klaus, seus olhos estavam fechados e parecia estar chorando, o pego em meus braços fitando seu pequeno rosto, acaricio de leve suas bochechas frageis e ruborizadas, era lindo, se parecia tanto com a Can, a boca, os olhos, os mesmos olhos, ela tinha que vê-lo, talvez a fizesse desistir de ir embora, parte de nós em meus braços, mal sabia da dor eminente que ocupava meu peito agora, seus sonhos eram tranquilos e pareciam imagens de caleidoscópio, alegres e coloridas.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Ter Ago 20, 2013 10:23 pm

A dor ainda tomava conta do meu ser, como se cada minimo pedaço do meu corpo estivesse sendo tomado por algum tipo de agente mal, como uma doença percorrendo o sistema - mais conseguia ser pior - eu sentia cada parte do meu corpo arder, como se estivesse em uma caldeira sendo cozinhada, porém o local que eu estava até era deveras acalentador.

Mas, as imagens de floresta vão se apagando, apagando... até começarem a vir, vir imagens acalentadoras, eu podia ver o Ed, mais não agora, antes quando nos conhecemos, ou até mesmo naquele dia que descobriu que eu estava gravida, aquele momento foi tão desafiador para ambos... meu corpo se batia e as lembranças corriam... e iam muito além agora podia ver meu irmão, há meu irmão, o que se faria dele agora sem mim.

Ele era do tipo que so se metia em confusões, e meu filho... ah meu pequeno, aquela pare tão especial feita por mim e o Ed, aquele por quem largamos tudo e por aquele que eu tinha doado minha vida. Jamais me arrependeria de tê-lo, nunca, nunca tinha passado em minha mente deixa-lo. A única coisa que me doía era vê-lo ali, em meio as telas escuras e não poder toca-lo, pega-lo no colo, dar-lhe de mamar.

Estendo minha mão, que agora me parecia pegar fogo, mais eu não me importava, eu so queria pega-lo nos meu braços.

-Niklaus!! Amdo..... Ed, eu te amo, amo para todo o sempre, em todas as vidas, em todas as ocasiões, onde eu estiver, eu o amo.

Disse em meio a gritos de horror da dor que estava a me tomar, em meio a estas escuto um leve soar.

-lute Can,
lute Can,
lute Can,
lute Can,


E juro, Ed, eu queria, sua voz espirava-me bastante, mais aquilo era mais forte que eu, já não conseguia me por de pé, por breves momentos percebi que meus ossos não estavam mais quebrados e quando levantei a mão ela me parecia mais pálida que o normal, mas o que estava a ocorrer?

E o silêncio volta a reinar...

Meus olhos se fecham.....


ENCERRADO

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Convidado em Qua Ago 21, 2013 8:13 pm

Todos os meus esforços estavam a ser em vão, não adiantava, ela não ria voltar, eu queria ir com ela, mas não podia.
- Can, por que?...
Deixei a frase morrer em minha garganta, eu me odiaria por ter que fazer isso, mas era o certo.
Klaus estava dormindo então a pego nos braços e levo dali.

Encerrado

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {1º andar} Quarto de Hóspedes

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum