Bem vindos!













Bem vindos ao Monster High School! Fique a vontade e se junte com a gente .::Gossip Monster::.
Vectro Graphics




Últimos Assuntos
















O que está acontecendo atualmente em Chernobyl City?
Últimos assuntos
» {Descrição} Hibridos
Sab Dez 26, 2015 8:30 pm por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Sacerdotes e Sacerdotisas
Sab Dez 26, 2015 8:26 pm por Mackenzie A. Irvine

» Membros da Casa da Vida
Sex Dez 25, 2015 10:10 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} FTCS
Sex Dez 25, 2015 10:09 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Transmorfos
Sex Dez 25, 2015 10:01 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Oráculos
Sex Dez 25, 2015 9:55 am por Mackenzie A. Irvine

» [FP]-Alex Mikaelson
Qui Nov 27, 2014 6:43 pm por Convidado

» [FP] Srta. Annie Voguel
Sex Nov 21, 2014 12:05 pm por Convidado

» [FP] Jessica Hans
Dom Out 05, 2014 11:09 pm por Convidado
















Nossa Staff
Passe o Mouse para ver info






MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL
Nossos Parceiros
















Aqui são nossos parceiros
Parceiros
Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic button

O Ultimo Verão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Qui Jul 04, 2013 8:30 pm

Prólogo

Seus olhos lacrimejavam, a alma carregava agora o peso de uma perda. Lembrava ainda daquele primeiro verão que passaram juntos. Ele um estranho britânico a visitar as prais deslumbrantes de Flórida.
O suspiro mais saiu como um uivo de dor, seus dentes trincaram, as lembranças não lhe pareciam tão boas naquele momento, o que seria agora de Ammy sem aquele que lhe jurou eterno amor?
Ela piscava descontroladamente afim de conter as lágrimas que só saiam cada vez mais. Engolindo em seco ela deslizou as mãos pelos cabelos com um ultimo suspiro deixou a praia sem ao menos notar a ultima onda que se quebrava a sua frente.
A casa de praia ainda estava ali, sem demolições como fora previsto em todos os verões em que passara com ele.
Tomou uma decisão inapropriada. Adentrando a casa pode ver os móveis ainda revirados, lembrava de cada detalhe daquela ultima briga.
Quando se dá por conta as indesejadas lágrimas já estavam marcando presença novamente.

Elenco


Ammy Courtney

Lizz Hollan

Jared Irvine


Roman Galvez


Última edição por Lance Irvine em Sab Jul 06, 2013 6:14 pm, editado 7 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Qui Jul 04, 2013 9:19 pm

De tarde quero descansar, Chegar até a praia e ver, Se o vento ainda está forte

Ammy e outro dois amigos, Jared e Lizz, seguiam atrás de um grupo de adolescentes, comentavam sobre a prova que a turma acabara de fazer, Jared sempre se saia bem, era o tipo de rapaz que de fato preocupava-se com o futuro, Lizz já era o tipo que preferia esperar e ver no que daria uma situação. Vinham um pouco afastados do restante do grupo por estarem a planejar como passariam o verão.
- Não acredito que vai furar conosco desta vez! Planejamos isto o ano todo, vai mesmo perder o show, são os Guns n Roses, jamais chegaram tão próximos da cidade. - Lizz dizia a Ammy  em voz alta desaprovando.
- Sinto muito, planos de minha mãe, e quem sou eu para ir contra a corrente? - Ammy queria mesmo ir ao shoow, era uma de suas bandas preferidas, mais seus avôs resolveram a visitar durante as férias, o que tornaria impossível que saísse da cidade, eram raras as vezes em que podia encontra-los.
Lizz parecia desesperada, mexia inquietamente em seus cabelos dourados um pouco acima do ombro, olhava para Jared, que ajeitava a jaqueta.
- Jar! Ela vai furar de novo. - Ammy admitia que sua amiga por vezes era histérica ao extremo.
Seus olhos passearam notando que já estavam na praia. Era costume que turma seguisse até o cais após as provas finais, faziam isto desde o primeiro ano do colegial.
- Conta-me uma novidade! Já deveria estar a par desta. - Jared dizia já não se importando muito, tinha ombros largos e um sorriso um tanto charmoso. Apesar do ar um tanto '' nerd '' Jared tinha seus bons charmes.
Ammy não aguentaria por muito tempo o tagarelar de Lizz, ela odiaria perder o shoow, contudo, odiaria ainda mais não ver seus avôs.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A tarde já caia, o por do sol era uma bela vista. Acompanhado de músicas a fogueira tornava o momento ainda mais incrivel, era final de ano e tudo o que restava desta etapa de sua vida seria a formatura no próximo final de semana.
Aqueles pensamentos eram tristes, provavelmente teria de ir a cidade depois de formada. Bem, aquele lugar estava mais para uma vila um pouco populosa, mais ainda assim não havia muitas possibilidades de um futuro brilhante.
Levantou-se e passou a andar beirando a agua que hora ou outra encontrava seus pés agora descalços. Seus olhos ainda fixavam-se ao grupo as suas costas.
Faltou-lhe chão ao esbarrar em algo, por pouco não dá de cara com o chão, um par de braços fortes a privara da queda. A garota pisca os olhos e suspira aliviada.
- Obrigada... - Engole em seco e levanta o olhar.
Seu herói era um rapaz moreno de ombros ainda mais largos que os de Jar. Um sorriso se forma nos lábios de Ammy, algo bobo, encantador e curioso ao mesmo tempo. A estatura dele devia beirar os 1,90 , mais ainda mais que todo este fisíco, seus olhos e sorriso encantaram a garota.
- Tudo bem, apenas procure olhar para frente. - Seu tom era calmo, bem diferente do que Jared usava com ela, algo irônico. O Rapaz a ajuda a se recompor e estende a mão. - Ainda que não tenha perguntado, chamo-me Roman.
Ainda desajeitada Ammy entrega a mão a ele e sorri.
- Ammy. - Sua voz soou um tanto animada.
- Bem Ammy, estou a procura de um lugar onde eu possa ver o por do sol, será que ... Poderia me ajudar ?
Ela arqueia a sobrancelha e concorda. Alguns minutos de caminhada e já estavam a beirar um cais abandonado. O rapaz analisa o lugar, tinha os braços cruzados agora, o que dava uma ênfase maior a seus musculos.
- Surpreendeu-me - Disse ele num sussurro enquanto observava.
- Sempre morei aqui, surpreendente seria se não conhecesse este lugar.
- E aquilo? - Seus dedos indicaram um grande galpão a alguns metros de nós dois.
- Não sei muito bem, a anos está ai. Hora dizem em demolição, outra em venda.
O rapaz ficara curioso com isto. Venda? Parecia um bom lugar. Procuraria saber depois.
Suas pernas doiam um pouco, já havia andado bastante hoje, Ammy senta-se sem se importar com a areia umida e percebe que ele faz o mesmo.
- E então, parece-me turista. - Seus lábios proferem sem muita pressa.
- Seattle. Vim para passar as férias, meus amigos vieram visitar parentes, e como eu não tinha nada para fazer...
Ammy riu. - E sua familia?
- Bem... Eu... sou só eu.
Ela nota que o garoto ficara constrangido.
- Desculpa... - Indaga mais ele apenas faz um sinal com a cabeça e sorri.
O vento já soprava enfurecido quando Lizz e Jared deram as caras. Arquearam a sobrancelha perguntando-se o que a amiga fazia ali com aquele outro rapaz, e ainda mais, quem seria este?
- Ammy, os outros estão nos esperando, combinamos de voltarmos todos juntos lembra? - Jared diz com a sobrancelha ainda levantada.
- Anh... Claro. - Ela sabia que mais tarde viriam perguntas. Olhou para Roman. - Eu preciso ir... espero que... que tenha gostado.
- Foi maravilhoso, obrigado! - Ele murmura para que apenas ela escutasse e se levanta ajudando-a a fazer o mesmo.
- Consegue ir para onde está hospedado sem ajuda? - Ela pergunta fitando seus olhos. Fora estranho, passava a ela uma sensação confortante.
- Sim, não se preocupe, eu me viro. Então... nos esbarramos por ai. - Roman sorri e se despede da garota.
Lizz e Jared a encaravam impacientes durante o caminho, queriam saber quem era aquele, ela apenas os ignorou.
- Não vem! Ele é só um turista que precisava de ajuda.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Qui Jul 04, 2013 9:28 pm

Sem palavras, a mistura da música Vento no Litoral e a história que poderia haver entre o que o Grande Renato Russo escreveu. Sem palavras, mesmo. Eu adorei, ainda mais me veio a música Hoje a noite não tem luar ^^.
Eu quero super a continuação, o que se passa depois do fim? Quando o amor já se dispersou um para cada lado, o que restou foi a tarde não tão bonita quanto era, e o mar que já não parece mais atraente. Talvez os olhos já não tenham a mesma coloração?
O tato não seja o mesmo para sentir o vento.

Mais vamos ao desenrolar, porque quero ver o que tanto ocorreu para desencadear a separação.

Não tenho o que proferir, porque estou sem palavras, é um ótimo jeito de dar asas a nós fãs de Legião.

Pense, chega chorei ^^

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Sab Jul 06, 2013 6:08 pm

E vai ser bom subir nas pedras, Sei que faço isso pra esquecer, Eu deixo a onda me acertar

Ela estava ali, no mesmo local onde mostrara ao rapaz o por do sol a algumas semanas. Seus olhos fixos ao mar agitado. Baixas dunas se amontoavam devido ao vento. Não se importava com os pequenos grãos claros que hora ou outra lhe atrapalhavam a visão.
Deslizou as mãos sobre a areia sentindo seus dedos umidecerem e suspirou. De alguma forma aquele rapaz, Roman, havia mexido com ela. Seus cabelos negros e os olhos cor do céu e mar não lhe saiam da cabeça. Ammy sorri ao ver a imagem do garoto diante de seus olhos. Outra vez o vento sopra forte e faz a imagem desaparecer.
Ela queria o ver novamente.
A alguns metros dali podia-se escutar movimentação no casarão mais tido como um galpão abandonado. Agora que reparara, parecia que este havia recebido um trato. As janelas de vidro que iam do chão ao teto por boa parte do casarão lhe permitiam ver que ali agora estava mobiliado, e luxuosamente. Repara algo mais, uma silhueta robusta movimentando-se de um lado a outro.
Minutos a observar o que a figura fazia dentro da casa a fizeram perceber que se tratava de um homem, e ainda mais, de Roman. Seus lábios se curvam formando um sorriso satisfeito.
Roman, ali ao longe avista alguém a beirar a praia. Abandona a tarefa de espanar os móveis e segue correndo até a garota.
- Ammy, não é? – Ele estava certo de que era este o nome da moça, não havia como esquece-la, a noites passava em claro com o doce sorriso de Ammy em seus lábios.
Perceberam agora, ambos, que ao se aproximarem seus corpos os estimulavam a chegarem ainda mais perto, era um turbilhão de formas de sentirem-se bem um com outro.
– Sim Roman, chamo-me Ammy – Mal podia esconder por trás dos olhos e sorriso o quão contente ficara por ele ter se recordado de seu nome, então quis lhe mostrar que também sabia o dele. – O que fazia no casarão?
Ele sorri a ela e escuta sua pergunta - Bem... estava a venda, então pensei, porque não?
– Comprou o casarão? – Ela arregala os olhos.
– Sim, a cidade é um bom lugar para se passar as férias, e se vê aqui bons anfitriões.
Ele hesitara um pouco mais logo sentou-se ao lado dela.
Horas se arrastaram, e ali, pareciam se conhecer a anos.
– Digo algo a você, por mais que agora esteja “morando” de frente a praia, hora alguma entrei no mar. – A voz de Roman soa ousada mais ele sorri.
– Ah não? Pois mudaremos isto agora!
Ammy se ergue e trata de livrar-se da blusa e do short, o que faz Roman ficar devidamente surpreso.
– Vamos Roman, vai me deixar entrar sozinha?
Ele sem muita escolha levanta-se forçado por ela e desabotoa a camiseta. Ammy observa um pouco ruborizada o rapaz se despir. Tinha um belo corpo, ambos aliás, Ammy uma moça de muitas curvas, mais que na maior parte do tempo optara por se esconder de baixo dos moletons, e Roman um rapaz que não temia mostrar o que tinha, a não ser ali, diante dela, temia que não o aprovasse.
Já constrangida ao ver que o fitara tempo de mais resolve partir ao mar antes dele. Seus pés se encontram a agua e vão mais além se permitindo usufruir daquele bem. Os olhos claros de Roman buscam por Ammy ao mar, ele fica encantado, parecia coisa de outro mundo, o corpo da garota, agora esculpido em meio às águas. Ele sorrir, mais ao contrário do que se pensa, não existia segundas intensões ali.
– Roman!
Ele atende ao apela da garota e entra na água. Estava gelada mais não o incomodava. Passos decididos são os que ele direciona a ela que sorri.
– Pronto senhorita, aqui estou. – Profere ironicamente
Tarde de mais ele apenas observa os movimentos que Ammy comete com as mãos lhe lançando água no rosto.
– Isto é por você ter demorado! – Ela ri
Pareciam amigos íntimos naquela cena. Roman limpa o rosto para que possa fitar a garota com um ar de magoado, mais não passava de brincadeira, ele logo a toma no colo e mergulha junto a ela. Se não precisasse prender o ar, suspiraria, parecia perfeito.
Ammy sentia o mesmo, abre os olhos e fita o rosto sereno do rapaz que lhe presenteava um sorriso. Seus olhos se confundiam com as águas do mar. Ela sente seus lábios abrirem lentamente e observa os dele que fizeram o mesmo. Sente uma onda a empurrar direto para o garoto que sorri agradecido. O mar parecia querer ser testemunha daquilo. Ainda mais próximos Ammy resolve seguir, mais hesita, não podia ser assim, ela nunca se dera bem com romances, e estava bom demais, para que estragar algo que vai bem? Ela sorri envergonhada e se afasta voltando a superfície.
Ele ficara constrangido, se culpando, talvez ela não quisesse aquilo.
Ambos se fitaram por um bom tempo. Roman observa a garota subir as rochas e observar o mar agora com ondas violentas. Senta-se também sobre as rochas e sorri.
– Desculpa-me... – Ele profere num sussurro
– Tudo bem... é que bem. Parece-me bom assim, não vamos estragar isto, amizade é bom. - A voz de Ammy não passava certeza em suas palavras.
Ele apenas concorda com um sorriso tristonho.
Ambos observavam o mar, decepcionados, cada um consigo mesmo, ele por ter se precipitado, e ela por não aceitar o beijo.
A água estava tão agitada quanto seus pensamentos. Mal puderam perceber a onda enorme que se formara e os atingiu em cheio.
Recuperam o ar e começam a rir.
– Não acredito! Como isso aconteceu? – Ammy diz em meio as risadas.
– Eu é quem lhe pergunto senhorita. Devia me alertar.
– Uhum, claro. – Ela diz sarcástica e ri.
Ele aponta para as pequenas piscinas que se formavam em meio as pedras, agora estavam repletas de cavalos marinhos.
– Já viu algum antes? – Ele pergunta a Ammy que com a cabeça diz que não.
– São lindos! – Ela afirma descendo das pedras e deixando-se encontrar com os pequenos animais que pareciam brincar com a garota.
Era perfeito, pensou Roman.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ela lembrava agora destas cenas, e a cada novo relance mais lágrimas lhe desciam pelo rosto. Como aquilo pudera acontecer com os dois? Ela não queria, jamais fora a favor.
Suspira sobre aquelas mesmas pedras e olha para trás observando o casarão novamente abandonado. Ele não voltaria ali.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Algumas horas se arrastaram desde que Ammy brincava com os pequenos cavalos marinhos. O frio já tornara-se insuportável o que os fez sair da água.
– Ammy, não pode ir pra casa molhada deste jeito, venha, vou te arrumar algo pra vestir. – Roman lhe diz guiando-a até o casarão.
Ela observa bem a mobilha, ele tinha bom gosto. Assim que entram ele lhe oferece uma toalha e índica uma porta.
– Tome um banho, vou te arrumar umas roupas. – Sua voz era calma, ela gostava disto, ele parecia querer cuidar dela.
Sem pestanejar ela concorda e segue ao banheiro. Minutos depois Roman bate na porta e lhe entrega uma de suas camisetas e o short que a garota vestia quando estavam na praia. Ela se troca e sai do banheiro tremendo.
– Imaginei que estaria assim. Senta ali. – indica-lhe o sofá e sobe as escadas.
Quando volta, tem um cobertor em mãos. Ele a agasalha e entrega um copo com chocolate quente.
- Vou tomar um banho e te deixo em casa, combinado?
Ela concorda e o observa sair dali.
Roman demora menos no banho. Quando sai parte ao encontro da garota. Ali estava ela, entregue ao sono. Ele senta-se ao seu lado e lhe acaricia o rosto, um suspiro era inevitável, parecia angelical. Ela vira o rosto deitando-o sobre a mão de Roman que lhe acariciava. Seus olhos despertam aos poucos e esbarram aos dele que lhe observavam atentos. Ela sorri, estava ai uma outra oportunidade, e desta vez ela não desperdiçaria. Com os pés se empurra para mais próximo do rapaz e sela seus lábios ao dele. O beijo os fizera delirar, era novo para ambos, nada se igualaria a este, era ardoroso, apaixonante.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Sab Jul 06, 2013 8:35 pm

Nossa, eu estou sem palavras, eles são tão fofos, fiquei de boca ABRIDA do Roman e da Ammy , eles são muito fofinhos, e EU ESTOU CHATEADA PQ ACABOU!! quero outro capitulo na boa.

PERGUNTAS.

- O QUE VAI OCORRER AGORA?
- VAI FICAR TUDO BEM?
- ELES SÃO MESMO SUPER APOXONADINHOS
- VAI TER UM VILÃO?
- É UM CONTO DE FADAS FOFO?

pena que no prólogo já respondeu uma coisa....


AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH :/

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Sab Jul 06, 2013 9:38 pm

lindoooooooooooo amei eles fofos demais *---*
acabou ou não? eu quero mais!!!!!!!!!!!!!!!!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Qua Jul 10, 2013 7:23 pm

E o vento vai levando tudo embora... Agora está tão longe, Ver a linha do horizonte me distrai

Ela ainda estava ali, a fitar o mar, era atingida ora ou outra pelas goticulas umidas e geladas da água do mar. Mesmo que tudo estivesse acabado aquele lugar continuava a lhe trazerr uma paz trementa. Fitava desolada o horizonte variado do laranjado e o azul, já era fim de tarde e uma tempestade estava para se aproximar. Percebia-se isto devido ao forte vendaval que em sua ira lançava areia por toda parte.
Ammy odiaria ter de voltar a aquela casa, mais faria, ou era isto ou não saberia o que restaria dela após o temporal.
Aquilo afastou por hora os pensamentos que lhe faziam recordar de Roman que estava longe, longe de mais para ela, talvez, um dia talvez ele deixasse de ser inalcansavel para ela.
A garota recolhe a pequena bolsa e corre de encontro ao casarão abandonado, a porta não estava trancada, e temia que algum fora da lei estivesse por ali, mais não, o que alguém faria ali?
Aquele lugar ainda lhe trazia mais relances, como a primeira vez que estivera ali com ele, ou como no segundo verão, quando já haviam firmado um namoro, mais havia uma pior, a primeira discussão.
Os olhos de Ammy agora já não suportavam abrigar as lágrimas, pareciam fugitivas desesperadas por liberdate, clamavam a volta de Roman. Os passos cambaleantes a levaram até a janela onde ela ainda podia avistar o mar, revoltoso, assemelhava-se a furia de Roman.
O mar lembrava principalmente seus olhos, o azul puro daquele olhar impactante.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Doía lembrar, mais ela não pode evitar. Lá estava Roman esboçado em sua mente. Primeiro a voz.
- Odeio o modo como Jared te olha! - As palavras não tinham sentido algum, Jared sempre fora um bom amigo.
Ammy agora observava a cena como uma telespectadora, lá estava ela, frágil, deixando-se levar pelo ciúmes obsessivo de Roman. Agora notava o quão patética parecia para o garoto, ele devia ser bem mais maturo que ela, e ela apenas uma garota inocente, sem nada conhecer sobre a vida. Ela não queria ter de assistir à sua próprio discussão, uma briga tola. E ela nada podia fazer, queria impedir que se repetisse, mais eram apenas lembranças, então quis que fossem embora, mais eram insistentes.
- Roman! Jared é um amigo, não passa disto. - Ela continuava a proclamar isto, mais não tinha efeito sobre o garoto, aquele mal sentimento era maior, corroía.
Tanto na lembrança quanto ali, seus olhos não sustentavam mais o choro. Recordava ainda os olhos de Roman naquele momento. Aquele azul se assemelhava tanto ao mar que naquele dia as águas pareciam as mesmas do mar ali fora, revoltoso.
Talvez fosse uma mania boba, mais sempre comparava as crises de Roman aos fenômenos ligados ao mar, pois sabia que o rapaz tinha grande feição a aquelas águas.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Finalmente aquela cena desaparecera, de forma tão estranha como aparecera, desintegrando-se ao ar.
Ela desliza a mão pelo rosto e olha pela janela, já não chovia. Quanto tempo ela passara ali?
- Ammy! - Jared e Lizz gritavam já desesperados do lado de forma.
Ela se recompõe, não gostaria que seus amigos a vissem assim, ainda mais Jar, que ultimamente revelara se preocupar de mais com ela.
- Aqui. - Só conseguiu um murmuro, faltava-lhe voz e forças para prosseguir.
- Ammy o que faz aqui ?! - Lizz pergunta ao vir ao encontro da amiga.
Ela a abraça, percebe que a garota tremia. Jared como um bom cavalheiro, cede sua jaqueta e a envolve em seus braços.
- Não Jared! - Ela resmunga ao ver que o rapaz a abraçava.
- Ammy, sabe que não deve pegar friagem! Estavamos preocupados. - Lizz se pronuncia antes que Jar dissesse algo.
- Eu só precisava aliviar a cabeça
- Fugindo da vila e deixando todo mundo louco?
- Não enche Lizz!
- Ammy se liberta do aconchegante abraço de Jared e corre.
Ela ainda precisava de tempo, não estava pronta para receber sermões, muito menos para encarar o mundo.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Qua Jul 10, 2013 7:31 pm

O.O
maravilhoso....
vey na boa eu to ficando cada vez mais intrigada.
continue

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Qua Jul 10, 2013 7:31 pm

Meu deus *-*
Continuação? ta me prendendo a cada capitulo e depois diz que eu a humilho u.u

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Qua Jul 10, 2013 8:20 pm

Dos nossos planos é que tenho mais saudade, Quando olhávamos juntos Na mesma direção

- E então teremos filhos, e vamos morar numa daquelas casas  como as dos filmes. - A garota observava Roman a dizer-lhe o que fariam no futuro.
- E quanto filhos vamos ter? - Ela decide seguir na brincadeira do rapaz.
- Dois me parece justo.
- Conte-me mais.
- Bem, um rapaz e uma menininha. Ele, devemos chamar de... Nate, pois é o nome do meu avô, e foi ele quem me criou. Caso garota chamaremos de Lylith.
- Por que ?
- É um nome bonito.
- Roman ri.
Era perfeito observa-lo rir.
- Então está feito, e nós vamos casar? - Ela pergunta curiosa, lhe intrigava momentos assim.
- Claro que vamos amor, faço questão de lhe ver de véu e vestido branco.
Ela não pode conter o sorriso. Roman estava deitado sobre seu colo e a garota afagava seus cabelos negros.
- Amor... - Roman indaga sem prosseguir.
- Sim ? - Ammy pergunta ao pensar em como ele parecia uma criança naquele momento, as feições serenas, o sorriso bobo, os planos de uma vida utópica, ela optava por acreditar nele.
- Se quiser podemos dar ínicio ao nosso futuro aqui. - Ele profere com um olhar sério mais um tanto romântico. Era charmoso o modo como ele parecia responsavel e fora da lei, inocente e conhecedor da boa vida.
- Aé? - Ela ergue a sobrancelha e cruza os braços  enquanto o observa levantar-se.
Ele balança a cabeça afirmando, sua expressão ainda não mudara. Roman apoia as mãos sobre a areia e beija os lábios de Ammy.
- Roman! Estamos na praia, já te passou pela cabeça que alguém pode aparecer aqui ? - Ela estava extremamente ruborisada, mal podia disfarçar. Roman a pegara de surpresa, sabia que uma hora este momento aconteceria, mais não sabia quando esperar.
- Ammy querida, moro logo ali atrás. - Ele diz ao se levantar de vez e estender a mão para ela.
A garota hesita em receber a ajuda e o rapaz logo percebe, talvez não fosse a hora.
- Perdoe-me... Podemos esperar. - Agora estava envergonhado. Prefere se sentar novamente e sorri a ela.
Ammy por sua vez se levanta. - Vamos Roman, levante-se - Ela profere sorrindo
Roman levanta os olhos procurando por ela e faz como ela diz. Ela se aproxima e sobre as pontas dos pés beija o rapaz.
Era diferente dessa vez, ela aprovava. Com as mãos sobre a cintura de Ammy, Roman a guia até o casarão sem deixar seus lábios.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lembrar daquilo por mais sufocante que fosse lhe parecia bom. Ela lembrava a dança de seus corpos, o suor que o rapaz lhe arrancara, e ainda os sorrisos. Os beijos bem recebidos e retribuidos. As marcas de um no outro.

- Ammy! Para, porfavor. Teus tios vão nos matar, prometemos que ficaria tudo bem. VocÊ pode pelo amor que tem a nós voltar para casa ? - Lizz profere tocando o ombro de Ammy, não percebera que os dois haviam se aproximado, estava perdida em seus bons pensamentos.
Ammy suspira e concorda com a amiga que a abraça.
- Eu sei que dói, mais vai passar. - Lizz murmura com sua voz doce e sorri a ajudando a prosseguir, seus passos eram cambaleantes.
Não conseguia se atentar ao que os amigos proferiam, estava outra vez lembrando em como ela e Roman foram perfeitos um para o outro. Se completavam bem, gostos parecidos, quando um errava o outro corrigia sem medo.
Alguns minutos caminhando de volta a vila e já estavam lá, de frente a casa de Ammy.
- Princesa, suba e tome um banho certo? Hoje iremos fazer como nos velhos tempos. - Jared diz a moça enquanto lhe acaricia o rosto, Ammy apenas concorda e sai antes que se tornasse constrangedor.
- Jared, dá um tempinho pra ela, ela precisa se conformar. - Lizz resmunga ao rapaz que suspira.
- Eu só quis ser um bom amigo Lizz, Ammy precisa de nós. - Ele murmura arrependido, talvez estivesse alimentando esperanças numa má hora.
- Não lembra como foi dificil pra ela terminar com ele ?- Ela arquei a sobrancelha .

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Jared e Lizz preferiram ficar afastados por um momento, sabiam que Ammy seguiria aos seus conselhos. Roman era por de mais ciumento, privava Ammy das coisas boas, eram raras as vezes que a garota agora podia sair com os amigos.
Estavam eles dois a observar o casal a conversar. Não podia ser notados, os altos coqueiros emcubriam sua presença. Por mais que mal pudessem enxergar, podiam ouvir, já que a briga já estava para romper as barreiras do som, e do bom senso também. Roman gritava com a garota, ou para o  mar, vai se saber. Ammy já dizia a choramingar as palavras.
- Ammy, por que? Foi algo que fiz?
- Roman, eu só preciso de espaço! Já disse por inúmeras vezes que Jared não passa de meu amigo, e teu ciúmes ainda implica com ele.

Jared ao escutar ao longe suspirou, queria ser bem mais que um amigo, e naquele momento queria protege-la de Roman.
- Eu... bem... Nós podemos ser amigos. - Ammy murmurava já arrependida, não queria terminar, mais talvez fosse o jeito.
Ao ver que Roman logo perderia a cabeça Jared parte ao encontro de Ammy, Lizz falhara ao tentar o impedir.
- É ele não é? Diz de uma vez que acha a ele melhor que a mim. Por que mesmo eu te amando mais do amo o meu próprio eu não foi o suficiente pra você - Roman estava a explodir.
- Não sou eu imbecil! É você e essa sua droga de obsessão. Ammy te ama, mais você é egocentrico de mais pra ver isto, e pra ver que quanto mais diz, mais a machuca. Agora cala essa tua boca e deixa ela ser feliz sem você! Ou faz isto ou eu serei forçado a me encarregar da tarefa.   - Jared descarrega tudo sobre o rapaz antes de sentir o murro .
- Roman! - Ammy grita dali e se abaixa para ajudar Jared a se erguer.
Alguns rapazes que passavam ali ajudaram a apaziguar Roman, enquanto Jared fora levado por Ammy e Lizz de volta a sua casa.
- Vai ficar bom logo. - Ammy profere finalizando o curativo sobre o corte na sobrancelha.
- Isto é pra você aprender a te aquietar quando não for chamado! - Lizz profere
- Obrigado Jar. - Ammy força um sorriso ao rapaz e beija sua testa.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

- Lizz, Jared. Ammy pediu que os informasse que não tá legal e prefere ficar em casa, disse que fossem vocês e se divertissem. - A tia de Ammy proferia aos dois já os dispensando.
A sobrinha pedira com todas as forças que lhe restavam, que a tia fizesse isto por ela, fora um dia longo, e ela sabia que na outra manhã voltaria a aquele lugar.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Qua Jul 10, 2013 8:25 pm

O.O
goooooooooooooooooooooooooooooood

meu pera ai, tudo ta muitoo louco.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidad em Qui Jul 11, 2013 2:06 pm

O.o Continuação?
Vei' Jared é muito doido
aimeudeus to amando essa historia

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Qui Jul 11, 2013 8:40 pm

Aonde está você agora Além de aqui dentro de mim...

A noite já caia, o céu negro, tanto quanto os cabelos de Roman, ela queria que ele estivesse ali. Odiava a forma como tudo ao seu redor lhe fazia lembrar o rapaz.
A cama, por mais aconchegante que fosse, ainda não parecia um bom refúgio, não havia para onde escapar, em todo lugar que ela olhava, Roman estava ali. Como nas pedras, aquelas nas quais eles passavam horas a conversar e namorar, ou como o casarão, no qual se divertiam nos dias de limpeza a deslizar pela madeira polida do chão, ou como naquela cama ali a sua frente, lembrava as noites em que ela tinha medo e que Roman ficava ali ao seu lado.
Suspirou e jogou-se na cama ainda assim.
Ah Roman, por que tudo tem que ser tão difícil? Ela pensava em meio as lembranças.
Sentia dor pelo ocorrido, queria poder mudar a história, queria que não passasse de um mal sonho, tudo  o que ela realmente queria era Roman outra vez.
As cenas angustiantes lhe voltaram a cabeça como em todas as outras noites.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Roman batia a sua porta e aguardava já arrependido que a garota lhe acolhesse e o perdoasse.  Darin, a tia de Ammy, esta que ficara responsável pela garota desde que seus pais faleceram, escutou as batidas na porta.
Já devia esperar por Roman, estava surpresa que a sobrinha estivesse em casa apenas com os amigos.
Darin abre a porta e logo Ammy espia dali onde estava.
– Ammy está? – Roman pergunta soando calmo, isto irritava a Jar e a Lizz, que o viram agora a pouco irritado, prestes a explodir, deixando um hematoma  no rosto de Jared. E agora estava ali, bancando o sem culpa.
– Só um segundo Roman, vou chama-la – Darin diz ao rapaz  que balança a cabeça concordando.
Alguns passos a levaram a Ammy que já respondeu-lhe de uma vez.
– Eu estou indo, estou indo ! Não que eu acha que deva, mais por que quero te ver longe daqui, rápido ! – Sua voz era alta e exaltada.
– Não vai Ammy, por favor, não precisa falar com ele. – Jared murmura sem sucesso.
– Você tem um minuto. – Ammy profere ao alcançar a porta, fitou os olhos de Roman por segundos, mais agradeceu por conseguir desvia-los.
– Eu só... bem... Eu só queria pedir desculpas, Me exaltei, eu não quero ficar longe de você  Ammy, eu ... Eu te amo. – Roman diz nervoso.
Ammy sente as lágrimas rolarem, jamais o escutara dizer aquilo.
– Você... você não me ama Roman, é coisa da tua cabeça. Olha vamos ficar bem ok ? Preciso de tempo pra mim, da mesma forma que você precisa. Podemos ser amigos, vamos seguir em frente, certo? – Ela tropeçava em algumas palavras, mal sabendo como reagir.
Roman deixa um longo suspiro lhe saltar dos pulmões.
– Está certo, darei meu máximo para que você siga. – Ele começa a dizer mais é interrompido por Ammy.
– Roman, nós dois vamos seguir. Cada um o seu caminho. – Ela diz a ele calma.
Roman ignorou cada palavra que Ammy pronunciava, não queria saber.
– Não vou mais te atrapalhar, sei que sou uma pedra no seu caminho. – Ammy tentava o interromper, mais todo esforço era em vão – Eu vou te deixar livre, juro não mais me meter na tua vida. -  Ele termina e hesita em tocar a mão da garota, fora um toque suave, parecia despedir-se.
Ammy chorou, não podia conter a infelicidade, odiou  terminar com ele, mais odiou ainda mais estas palavras do rapaz, o que ele pensava?
Tudo o que ela pode observar foi a mão de Roman se distanciar da dela, um buraco formar-se em seu peito e a escuridão tomar o lugar a sua volta.
Roman apressava-se até o mercedes de seu primo e assumiu o volante.
Ammy correu até ele e o fitou pela janela.
– Roman, o que vai fazer? – Ela se sentia uma imbecil fazendo aquela pergunta, mais precisava.
– Te deixar livre Ammy ! Deixar o  mundo livre de mim – Ele diz ríspido.
Se escuta o soar do motor a disparar. Jared e Lizz chegaram a tempo de impedi-la de se lançar ao carro.
– Ammy, ele não vai fazer nada ! – Lizz profere enquanto Jared apenas observa o rapaz partir em disparada rumo a praia.
O cais serviu de rampa para o automóvel prata que padeceu sobre as águas da praia. Fora longe de mais.
Jared arfa ao observar a cena, deixou os braços de Ammy e correu a praia. Prefiriu não se despir. De pé demorara uns cinco minutos para alcançar o local onde o carro estava a afundar. Ammy logo atrás corria desesperada.
Jared firmou-se a porta do carro e puxou a tranca, observava que ao invés de ajuda-lo a abrir, tudo o que Roman fazia era impedir que ele completasse o serviço. Ele queria morrer?
Aos poucos já não lhe restava ar, e Roman apagou. Jared também estava ao seu máximo e precisou voltar a superfície.
Até que seu pulmão aguentasse mais alguns segundos de baixo da água se foram uns bons dois minutos.
O rapaz retoma o folego e mergulha, puxa com todas as forças mais era inútil, estava emperrada.
Ammy era impedida de entrar na agua pelos banhistas, então teve de ficar a observar a cena.
Já estava a ficar sufocado, mais Jared jurou a si mesmo naquele momento, que só sairia dali com Roman, e foi o que fez, conseguiu finalmente abrir a porta e tirar o corpo pálido do rapaz de dentro do carro.
Ao chegar a superfície alguns banhistas os socorreram.
Foram levados as pressas ao hospital, Ammy estava desamparada, tudo parecia cair sobre ela, foram os 20 minutos mais horripilantes que vivera.
Lá estava ela e Lizz sentadas na sala de espera, a angustia era tão sufocante quanto os momentos vividos a poucos minutos. Logo um  rapaz se aproxima de ambas.
– São parentes das vitimas?
– Amigas.
– Lizz responde, já que Ammy mal conseguia respirar. – Como eles estão?
– Jared recebeu alta, mais terão que observa-lo por um bom tempo.
– Ele concluiu.
–Quanto a Roman? Ele tá legal não é ? – Ammy pergunta, sua voz era sem vida e desesperada, precisava saber que o rapaz estava bem.
– Roman infelizmente engoliu muita agua, e ficou muito tempo sem ar, o corpo precisa de oxigênio, foi uma fatalidade. Jared nos contou que Roman parecia o atrapalhar no resgate. Há razões para que ele quisesse isto ? – Ele diz tentando ser franco e calmo.
Isto era impossível, Ammy perdera o mundo.
- Morto Lizz, ele tá morto

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

- Roman meu anjo, por que me deixou ? – Ela murmurava às estrelas que observava através da janela deitada ali mesmo na cama. – Onde está meu amor ? Prometeu que seriámos nós dois para sempre, e que seriamos felizes, íamos casar, não é? Por favor, volta, cumpre tuas promessas. Como saberei que nome dar a nosso filho ? – Ammy murmura aos choros e leva mão ate a barriga, agora já notava-se que estava um pouco maior.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Qui Jul 11, 2013 8:56 pm

Eu chorei agora, perfeito véi' 
Foi triste o Roman ter morrido, mas deixou fruto do seu amor com ela
Perfeitoo o.o

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Sex Jul 12, 2013 7:19 pm

estou até sem palavras, perfeitooo muito lindo, me deu vontade de chorar!!!!
Tadinha da Ammy, fiquei triste pelos dois, mas essa criança foi um pedaço dele que Roman deixou com ela.... sem palavras, muito perfeito estou louca para ver a continuação!!!!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Sex Jul 12, 2013 9:00 pm

Agimos certo sem querer, Foi só o tempo que errou, Vai ser difícil sem você, Porque você está comigo O tempo todo

Já se passava da meia noite, Ammy ainda não pregara os olhos, alias, foram raras as noites em que isto se sucedeu. Os olhos azuis revoltados e aquele cabelo de uma imensidão trevosa não lhe saiam da cabeça, ainda mais que isto, ela parecia poder materializa-lo ali a sua frente.
A verdade era que mesmo distantes um do outro, ambos podiam se fazer presentes. Roman só estava morto em carne, o amor que um tinha pelo outro rompia as barreiras da eternidade, o que tornava suas memorias ainda mais petrificadas.
Sabia que estava certa em terminar com Roman, ambos precisavam de um tempo para rever seus ideais. Estavam por demais dependentes um do outro.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Aquele ultimo verão, nenhum dos dois passados se comparariam a este. Roman estava mais atencioso, porém um tanto mais ciumento, Ammy mal podia trocas saudações com o amigo de infância, Jared.
Infelizmente, por mais intenso que aquele verão fora, também trouxe junto uma imensidão de tragédias, lhe restava o fruto daquele amor, e ela estava de fato apaixonada pela criança, mais em suas condições, Ammy era incapaz de demonstrar isto. O estado de choque ainda prevalecia, sentia-se totalmente culpada pela morte do Rapaz.
Ammy voltaria com Roman mais tarde, ele não precisava ter feito aquilo, tudo do que ela precisava era de um ou dois dias afastada, queria saber se ainda existiria vida sem ele, ou melhor, se ela ainda seria capaz de respirar sem ele. Infelizmente a resposta veio de maneira dramática, fatal e indesejada.
Não era a hora de Roman partir, Ammy não estava pronta para deixa-lo assim, de vez, sem volta. Nunca estaria.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As lágrimas já eram escassas, não por a dor esta amenas, mais por já fazerem falta em seu organismo, Ammy mal recordava-se da ultima vez que se alimentara.
Fitou brevemente o espelho localizado logo a sua frente, estava pálida, e sabia que isto poderia causar mal a vida que agora carregava, mais ela não tinha culpa, não conseguiria ficar com nada no estômago.
Estava por de mais agoniante permanecer ali, ela queria poder sentir Roman, sabia que um toque real era impossível, mas ali na praia, próximo ao casarão, sua presença era mais forte.
Minutos foram suficientes para que Ammy tornasse a visitar aquele lugar. Mais a noite era fria, lhe congelava os ossos. Seus passos, que de costume seguiam a aquelas pedras desta vez direcionaram-se ao casarão, ela permaneceria ali por enquanto, era aconchegante, e tinha o melhor dos perfumes, o cheiro de Roman.
Ela se deita naquele sofá de bom tecido e se cobre com aquele mesmo edredom que Roman usara na ultima noite que estivera ali.
Ela ainda lembrava, as velas iluminando em conjunto com a lua, faltou luz aquele dia, mais tornou o ambiente um tanto romântico

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Roman abraçou-a aninhando a garota contra seu corpo o mais forte que pode. De alguma forma sentia que aquele dia seria especial para eles, Ele toca seu queixo, a pele pálida se compadecia em meio a iluminação da vela. O brilho de seus olhos eram mais intensos, pareciam ser capazes de iluminar todo o ambiente. Aquilo não importava muito, apesar de deixa-la ainda mais bela. A sua presença era o essencial, e ele gostava de vê-la assim, bem, faria de tudo para que continuasse de tal modo.
– Roman... tem algo que devo lhe dizer. – Ela murmurou em meio a um sorriso, um sorriso tão perfeito, branco como a neve.
– Diz... – Ele não sabia o que esperar, mais seu sorriso parecia trazer algo bom.
– Eu... bem. Obrigado por estes últimos verões, e eu não sei ao certo por que você mexe tanto comigo, mais eu gosto. Admito que por vezes estive certa que jamais sentiria algo assim por alguém, e então você me apareceu, e me fez sentir o mar, e o céu, e todas as sensações boas que alguém pode causar a outra pessoa... Eu... Eu te amo Roman. – Ela diz por fim sem conseguir conter as lágrimas intrusas.
Roman toca sua face e limpa cada lágrima, suspira e tenta dizer, mais nada saia de sua boca, ele tinha certeza que sentia o mesmo, mais para ele era difícil de mais dizer, então ele apenas sorriu.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

– A Roman, por que me deixou? Não vê que é quase impossível pra mim estar sem você? – Ammy murmura enquanto se enrosca no cobertor.
O vento estava para romper as paredes, outra tempestade se aproximava, ela agora tinha medo, talvez fosse melhor não ter saído de casa.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Sex Jul 12, 2013 9:12 pm

Aimeudeus, aconteceu uma tragédia com o casal, mas mesmo assim continua perfeito, eu to amando essa fic desde o começo.
Conseguiu trazer de uma das mais belas canção de Renato Russo uma impressionante historia.
Eu não tenho palavras pra descrever bem, mas acho que essas valem: Está perfeita Leh (:
e to curiosa pelo resto u.u

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Convidado em Sab Jul 13, 2013 9:01 pm

Obrigada acabei por chorar, desculpa a demora por ler os capitulos, e também faltou-me alguns mas cabei por terminar de ler todinhos.
O que se pode dizer? Como na música você conseguiu retratar as falhas dos casais o quanto esse mundo acaba por ir e vir. A facilidade dos erros que podem ser cmetidos, e o pior, o pior de tudo que como os verdadeiros amantes ainda sentem falta um do outro.
Achei de certa forma completamente romântico, estou adorando, é a coisa pura e delicada... Leh, estou sem palavras não sei mais como descrever o quão estou felicitada por ler isto, é incrivél, é como estar vivenciando a música vendo o porque dos acontecimentos.... seria maldade dizer que os capitulo estão pequenos?
Tipo, eu tava feliz por ter um e outro a mais, e agora já não tem mais... --'
EU ESTOU ANSIOSA.

- SERA QUE A TEMPESTADE VAI PASSAR?
- SERA QUE PODERÁ HAVER VOLTA?
- O QUE VAI ACONTECER PARA O CASALSINHO?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Ultimo Verão

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum