Bem vindos!













Bem vindos ao Monster High School! Fique a vontade e se junte com a gente .::Gossip Monster::.
Vectro Graphics




Últimos Assuntos
















O que está acontecendo atualmente em Chernobyl City?
Últimos assuntos
» {Descrição} Hibridos
Sab Dez 26, 2015 8:30 pm por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Sacerdotes e Sacerdotisas
Sab Dez 26, 2015 8:26 pm por Mackenzie A. Irvine

» Membros da Casa da Vida
Sex Dez 25, 2015 10:10 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} FTCS
Sex Dez 25, 2015 10:09 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Transmorfos
Sex Dez 25, 2015 10:01 am por Mackenzie A. Irvine

» {Descrição} Oráculos
Sex Dez 25, 2015 9:55 am por Mackenzie A. Irvine

» [FP]-Alex Mikaelson
Qui Nov 27, 2014 6:43 pm por Convidado

» [FP] Srta. Annie Voguel
Sex Nov 21, 2014 12:05 pm por Convidado

» [FP] Jessica Hans
Dom Out 05, 2014 11:09 pm por Convidado
















Nossa Staff
Passe o Mouse para ver info






MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL



MPPERFIL
Nossos Parceiros
















Aqui são nossos parceiros
Parceiros
Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic button

[FIC] A love in Montreal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidado em Sab Jul 13, 2013 7:27 pm



A love in Montreal


Está fic é baseada em algumas músicas da lendária banda Queen.

Dedicatória:

Dedico essa fan fic a uma grande pessoa, um grande homem, um grande amigo. Nelton, obrigada por estar em nossos corações. E agora escreverei aquilo que lhe falei.
Ama você!

Protagonistas:


Ian Somerhalder como Brody Vedder

Britney Spears como Ju/ Queen


Ps: Assim que a história for decorrendo acrescento os outros antagonistas e demais personagens.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidado em Sab Jul 13, 2013 7:28 pm

Introdução

Play the game - everybody play the game...


Como podemos começar uma história que bem, que... uma história que não há começos nem meios. Apenas um fim e que fim.
Era um dia frio na querida Montreal, Julieta, uma moça comum ou ao menos era o que se aparentava, tinha longas madeixas loiras, mas fazia a do tipo. Barra pesada. Linda dura, aquela rockeira que os homens temiam mais admiravam pela sua beleza e amor incondicional ao rock.

Julieta Van der Bit, bem esse nome pesava de mais em suas costas. Era uma herdeira de uma logo linhagem e fortuna. Tinha que se comportar como uma lady, mas... como está mulher podia ser uma lendária fã do rock e uma senhora da sociedade?

18 de novembro,

Para começar a contar essa história é preciso saber como a senhorita Van der Bit consegue ser isso tudo. Julieta, finge fazer uma faculdade de direito, em quanto isso está em bares com sua turma da pesada cantando e se divertindo. Nessa noite algo diferente ocorreu.

O lugar era barulhento, cheio de luzes de diversas cores, podia se escutar  baixo soar fortemente acompanhada da bateria, ao lado de Julieta, homens de aparência forte e rude, giram suas cabeças fazendo que seus cabelos em maioria longos mexessem.  

Ju, no momento encontrava-se trajando uma saia de couro apertada e uma blusa vermelha como o nome Queen escrito, eram assim que a chamavam por ali. Havia pegado este apelido por ser tão fervorosa a banda. E logo por cima uma jaqueta com a mesa cor da saia preta. Seus olhos azuis carregavam uma pesada maquiagem preta em contraste com a brancura de sua pele. Ela ainda tentava andar entre as pessoas que gritavam. – SAVE FREDDIE.

Logo um longo sorriso abriu sobre seu rosto. – Yehhh, save !!
Ela sorrir. Sim, Salve o grande Freddie, ela realmente precisava descansar sua cabeça que estava pesada de tantas obrigações, tantas coisas bregas .. cafonas .. chatas. Só queria a liberdade. Enquanto a batida soava ela deixava seu coração decidir, ele pulsava ao som desta batida. Ela ali podia sentir o coração bater, sair da caixa do tórax.  Balançou seus longos cabelos loiros e deu de encontro a um cara, não um cara qualquer. O cara, ele possuía longos cabelos pretos, não tão longos, mais eram longos. Olhos azuis que aparentavam os dela e um sorriso irônico. Ele trajava uma blusa igual a de Queen/ Ju. Ela sorrir. – Desculpa ai, mais no som dos Queen’s A QUEEN não se controla.

- Chama-se QUEEN?– ele profere olhando-a nos olhos de um jeito diferente talvez ousado de mais para uma conversa amigável.

– Não, mais é um bom apelido, assim não sabem muito de mim! – ela profere cheia de sinceridade, e mexe-se ao escutar a música Play the Game, escrita pelo saudoso FREDDIE. Ela logo dar um sorriso e coloca a mão sobre o peito.  – When you're feelin' down and your resistance is low. Light another cigarette and let yourself go .This is your life!
Ele da um sorriso e a fita. – Quer um cigarro? Uma bebida? –  ele sorria com tanta convicção no olhar. Parecia jogar um jogo do amor com seus olhos, àquilo deixa arrepiada.

- Aceito! – profere sorrindo calmamente, enquanto ele ascendia o cigarro, ela o pega dando uma longa tragada, hmm, nada como tragar algo .. para deixar sua mente jogar, descidir.

Freddie falava em minha cabeça eu podia vê-lo com a vibe do cigarro.

“Esta é a sua vida - não jogue tão pesado pra conseguir
É um mundo livre e tudo o que você tem que fazer é se apaixonar”


Apaixonar-se? Por ele? Por um entranho qualquer?

A mente dela acabava brigando junto a Freddie e todas as alucinações.
Ele toca seus ombros lentamente, de um jeito inusitado e sexy, a puxa lentamente pegando o cigarro de sua mão, traga-o e assopra a fumaça em sua boca que ela logo suga.

Depois disto, apenas pode-se ver um beijo alucinado, duas línguas brigavam por um mesmo espaço, enquanto isso o cigarro queimava e a banda corria.

Para quer negar? Eles tinha uma química forte, podia-se sentir o fogo que ele resguardava dentro de si, era como um vulcão em busca de mais lenha para queimar. Aquilo não podia dar errado.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidado em Sab Jul 13, 2013 9:14 pm

Velho, amei a personalidade da Ju, ela faz o tipo poderosa u.u
Intriga a historia, te leva a querer saber mais, ja disse e volto a repetir q vc escreve pra caramba. A forma como misturou ali a musica em meio as palavras, ficou perfeito Smile sem dizer que amei o proposito pelo qual ta desenvolvendo a fic

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidado em Dom Jul 14, 2013 12:04 am

Aimeudeus, sua fic lembra mesma muitas das musicas do Queen, Freddie sempre foi um dos melhores cantores do Rock, ele tinha seu jeito e não se importava muito o que os outros pensavam, viver a vida e o rock era o que importava, a Julieta lembra um pouco a personalidade do Fred, como Leh disse ela faz mesmo o tipo poderosa e sei que mais emoções ainda estão por vir na sua fic.
Bela homenagem ao seu amigo (:
Fico sem palavras pra descrever

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidado em Dom Jul 14, 2013 4:24 pm

Lindo, amo Queen e amei a personalidade da Ju, admiro pessoas com esse tipo de personalidade.
Vc escreve bem demais, é muito lindo fazer essa fic para seu amigo, é uma bela homenagem, estarei lendo sua fic até o fim.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidado em Seg Jul 15, 2013 5:45 pm

Obrigada primeiramente a todos os coméntarios fico grata por eles e por perceberem. E que bom que estão a gostar. Vamos lá!

Capitulo 2



Too late, my time has come

19 de novembro, Montreal
O dia já estava raiado, mas Queen acaba de chegar em casa escondida é claro. No rosto da menina havia um sorriso imenso, ela parecia extremamente feliz. Mais o que haveria ocorrido para tamanha felicidade?
Ela descia do seu carro lentamente quando de súbito, um vulto pode ser visto em uma das belas janelas da mansão.  Ju engoli a seco medrosa temendo de quem pode-se ver. Ela já estava sem a maquiagem e com uma roupa mais comportada mais mesmo assim  todos chamaram a atenção da moça.
- Juliana Albuquerque onde estava? – pode-se escutar a voz da sua mãe em meio a grande escadaria.
J
u de contrapartida respira fundo. – Estava a conversar com as meninas e acabamos por dormir na casa da Mel mamãe.

- Tudo bem! – sua mãe parecia convencida. Mais será que era verdade? Jul não se importava apenas queria desfrutar e se tocar para sentir onde as mãos de Brody havia tocado. Como esquecer aquele olhar, aquele toque.... ele seria assim inesquecível.


------ 1 ano depois -------


Já havia passado o ano novo e as de mais festas, e agora Queen e Brody estavam cada vez mais perto um do outro. Outras pessoas ao redor desaprovavam sua mãe, Alicia começará a desconfiar do que Ju havia fazendo. Raul, o quase pretendente da mesma descobrirá o bar onde a menina havia ficado “presa” nos últimos meses.  Mais realmente eles não se importavam, queria curtir cada vez mais a vida.

Porém em meio a tudo muitas turbulências levavam esse casal ao decaimento, e a sua mãe ainda mais a briga muitas brigas... Suas amigas, suas não amigas. Tudo estava caindo. Brody estava diferente com a menina, Raul também, ela não sabia o que fazer o que seria? Seria o fim? Ou um recomeço.

13 de NOVEMBRO

Era mais uma noite, uma daquelas tantas que se curtiam o QUEEN, e claro que o casal preferido daquele bar estava ali para curtir a noite desta banda.
As luzes estavam fortes, o baixo estava a cada vez soar mais alto, os cabelos estavam agitando e Queen estava no meio de todos agitando.

- Uhuuuu, quem disse que rock não é o que há?

Ela profere em meio a um sorriso.

- É mais do que isso, rock é vida! – Brody sorrir e a puxa para perto ao som da música ambos se conectavam em meio a dança e ele puxa lentamente para um beijo forte. Queen estava há tempos estranhas ela o empurra lentamente.

- Para Brody, você sabe que acabou você me magoo de mais.

Ela dar dois tapas nele e sente-se doida, seu coração estava mais que doendo, tudo estava desmoronando mais não importava enquanto estava o Queen a tocar, tudo estava bem.

- Is this the real life?- uma lágrima cai dos olhos da menina enquanto ela cantava.
Meu Deus o que a menina faria? O que ocorreria realmente, ela vai até o balcão e senta-se ao lado de um rapaz de ombros largos e cabelos negros e um sorisos estranho no rosto.

- Um bebida pelos seus pensamentos! – ele profere enquanto Queen olhava para o garçom.

– Três para você.. – a frase dela morre quando vê que era, era o Raul.
Não, não podia ser, era mesmo Raul? Ele realmente havia descobrindo o esconderijo da garota.  Ela engole a seco revirando os olhos claros cheios de maquiagem preta.

- Ju!- ele levanta-se e vai abraça-la, ela podia sentir o sorriso cínico que brotava dos seus lábios.

- Raul, mais como? – ela pergunta com os olhos triste agoniados.

- Ah eu disse-lhe que havia descoberto e que via lhe fazer uma visita, mais você deu-me um tapa na cara em resposta. Pensei ao menos em dar uma olhada. – ele ainda profere com cinismo.

- Não disse a mamãe disse? – Ju pergunta olhando para o teto escuro, mau podia escuta-lo pelo som. E antes que ela pode-se fingir, ou sair correndo é salva pelo gongo.

- E hoje a sorteada para cantar uma música aqui no palco é a nossa querida.... Tam TAM... Queen! – o locutor fala em voz alta batendo palmas- Vem cantar para nós Queen!

Tudo começava a acontecer rapidamente, os olhos da menina fitavam todo o ambiente de um lado podia ver Raul e um sorriso sínico, do outro, Brody a fitando com uma cara estranha, como se ela o tivesse traindo. Mais a frente Frida e Mel olhavam ainda mias desconfiadas. E no andar de cima parecia que sua mãe também estava lá? Ela pisca os olhos e bem, ela não estava ali, seria uma alucinação.

“Open your eyes
Look up to the skies and see”

Tradução:
Abra teus olhos
Olhe para os céus e veja

Queen podia escutar Freddie falar em seu ouvido. Ela caminha imponente mesmo com coisas ocorrendo ao seu lado, mais ela não se importava mais, apenas levanta sua face e começa a caminha enquanto escuta todos gritar seu nome.

- QUUEEEEEEN!!!

- QUUEEEEEEN!!!

- QUUEEEEEEN!!!


E podia-se escutar repetidas vezes, essa era sua hora iria cantar explanar o que estava pensando, seria tudo perfeito.

Ela engole a saliva e sobe lentamente o palco.

- Obrigada a todos vocês!!! – dei um sorriso perto do microfone.  – Eu queria agradecer por terem me sorteado, e sem mais delongas, vou cantar Bohemia Rhapasoide.
Ela sorrir novamente emoldurada por aquelas luzes forte em sua maquiagem perfeita.

-  Is this the real life?
Is this just fantasy?
Caught in a landslide
No escape from reality

Open your eyes
Look up to the skies and see
I'm just a poor boy
I need no sympathy

Because I'm easy come, easy go
A little high, little low
Anyway the wind blows
Doesn't really matter to me, to me

Mama, just killed a man
Put a gun against his head
Pulled my trigger, now he's dead
Mama, life had just begun
But now I've gone and thrown it all away

Mama, oh
Didn't mean to make you cry
If I'm not back again this time tomorrow
Carry on, carry on
As if nothing really matters

Too late, my time has come

Enquanto ela proferia tais palavras ela conseguia sentir o som da música. Sim, ela precisa
abrir os olhos e encarar tudo que estava acontecendo em meio a sua vida.
Precisava encarar sua mãe.

O amor fácil veio, fácil se foi, sim ela podia sentir, Freddie era isso...
- Goodbye everybody, I've got to go- Repetiu.

O que aconteceu? Um barulho que não era o do baixo soou e algo, algo aconteceu, rapidamente pode-se ver Queen deitada no chão e só podia escutar o piano. Os seus olhos ficou aberto olhando para o teto, depois, logo depois de se despedir. O sangue tomava conta do chão, todos foram para perto ver... alguém chegou próximo e fechou seus olhos.
Em um momento Queen estava a cantar e outro estava no chão? Como podia ser isso? Quem poderia querer a menina morta? Donde viera o tiro... e quem a matou?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidado em Seg Jul 15, 2013 7:53 pm

Ela morreu?! O.o Meu Deus to em 65 tons de bege agora u.u
To cada vez mais presa a sua fic Alice, muito boa e quero saber oq vai acontecer agora q ela morreu, poste o próximo capitulo leitora estérica pedindo u.u
quem matou ela? mistério O.o

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidad em Ter Jul 16, 2013 12:45 am

O inicio da história mostrou bem a personalidade da moça, e confesso que fiquei encantado com ela, faz o tipo forte, cheia de coragem. A Relação dela com Brody também me intrigou, é diferente, algo arriscado eu diria. E quando ao final, me fez prender o ar por um bom tempo, quero mesmo saber o que acontece a seguir já que a Queen faleceu.
Gostei muito do teu modo de ligar as idéias, e o tema é algo que me agrada, já que sou um fã nato da banda.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidado em Ter Jul 16, 2013 4:51 pm

Meu deus o que foi isso ? O.o
Eu to besta, quem poderia ter matado Queen? Tenhos meus palpites ja kk
To amando, continue por favor, alias, as musicas de Queen contagiam mais a fic, por que são simplesmente perfeitas.

Save Freddie! o/

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidado em Qua Jul 17, 2013 9:02 am

Bitch! Bem que você disse que iria me surpreender!
Estou triste pela Queen, quero só ver no que vai dar isso tudo.
A e o Brody, achei ele bem bruto kk o tipo fora da lei, ui kkk

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Convidado em Dom Out 06, 2013 3:22 pm


Capitulo 3


Salve-me

Um dia depois, do exaustivo choro de todos, Queen, a princesa daquele bar havia morrido e todos. Bem, todos estavam por ali tristonhos, o bar acabou por ser analisando, mais nenhuma evidência foi encontrada... nada que comprovasse o ato de tal pessoa.

No peito de Queen haviam três balas, quem atirou tinha uma ótima mira, e um bom rifle.

Um dia após a morte, o corpo de Queen estava preparado para ser velado. Era uma bela tarde, uma tarde qualquer de um dia qualquer, mais que tinha sido mudado por ter um cortejo tão cheio de preto... todos acabaram por exibir bandeiras pretas no lado de fora do carro mostrando o quão estavam triste por está perda.

A música seguia suave na maioria dos carros escutavam-se a banda Queen a banda adorada da própria Queen. Heitor, um amigo não apresentado de Queen estava em sua moto quando... escuta no terceiro carro ....podia-se ver um sorriso estranho, uma voz cantarolava sem parar.
- The years of care and loyalty ... Were nothing but a sham it seems... The years belie we lived a lie - mais era impossível ver e distinguir o rosto.... e a placa do carro.. estava estava coberta com a facha preta, e o modelo, bem modelo era mais um dos carros de alugueis... quem seria... e essa voz que não parecia aguda nem ... grave, feminina ou masculina... Será que isto tinha haver com a morte?
Tradução:

Os anos de carinho e lealdade
Nada foram além de fingimento, parece que
Os anos nos desmentiram, vivemos uma mentir
Heitor tenta manter contato com o carro, mais ele é mais rápido e acaba por ir de encontro ao acostamento indo cada vez mais rápido para perto do caixão.

Heitor agora tinha uma constatação, talvez um de tantos suspeitos, quem poderia ter matado Queen....
- Raul, que odiara a menina depois de descobrir seu envolvimento com Brody, talvez ele sentia-se um corno?
- Brody, Brody tinha lhe traido a pouco.... poderia querer mata-la .. ele parecu estranho minutos antes...
- Ou sua mãe, que estava cansada de tanto escândalo?

Ele não sabia, mais a única coisa que ele pretendia, era descobrir, nem que fosse preso, enjaulado, ele devia isso a sua amiga....

*** Lembranças***

- Heitooor!! A cá estou, tira uma foto sim?

Soava a voz de Queen, apenas de biquini, mostrando suas curvas molhadas com a água da piscina.... seus cabelos louros agora estavam pretos pela água, e seu corpo estava levemente avermelhado, já o de He estava coberto por um calção e poucos musculos, nada desenvolvido.

- Heitooor!! Estou sexy?

Ela perguntava fazendo bicos, e Heitor, apenas sorria e continuava a tirar seus retratos, ambos haviam se conhecido dês de pequenos, ele era o vizinho da mansão ao lado, acabaram por sempre ter proximidade...

- Ju!! Não... não faz isso...

Ele suplicava a Ju/Queen, que agora estava indo em sua direção, enquanto ele estava sentado na cadeira, ela começa a beijar seu pescoço e se senta em seu colo, dês de cedo, Ju tinha hábitos boêmios e cheios de frescor, nesta época ela já possuía o habito de beber, e se degustar com sexo.... De contra partida seu amigo Heitor era um Geek, e acabará por ser desfrutado por sua melhor amiga.. sexy... Dês daquela tarde, ele podia agradecer a ela, havia tirado sua castidade e mostrado o verdadeiro modo de viver.

***

A moto acaba por parar, e bem, ele tinha se atrasado com tantos pensamentos, todos os carros por lá estavam, mais nenhum mais possuia a tal faixa preta....
Ele então descide entrar no local, e lá estava, o corpo de Queen coberto por flores brancas, orquídeas, suas preferidas... havia ali um punhaod de gente que estava a chorar... Pobre Queen, ele pensava, tantos falsos...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FIC] A love in Montreal

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum